Siga o PRAVALER nas redes sociais

 

Acesse o Portal PRAVALER


Vestibular: pensar na mensalidade da faculdade também pesa nesta fase

UOL - 18 de Novembro de 2011

Especialistas da área de educação estimam que, no Brasil, cerca de 6 milhões de pessoas com mais de 18 anos que poderiam se matricular no Ensino Superior não o fazem por razões financeiras ou outras de cunho pessoal.

Nesta época do ano, quando muitos estudantes estão voltados para o vestibular, cresce a preocupação com a questão financeira: como vou arcar com as mensalidades caso entre em uma universidade privada?

Os custos com a educação realmente não são baixos e tomam parte significativa do rendimento das famílias. No entanto, existem alternativas do governo e privadas que podem auxiliar o estudante a arcar com os estudos nesta fase tão importante da vida. Conheça algumas delas!

Alternativas
Dados do Censo da Educação de 2010 revelam que, de cada dez alunos de universidades privadas , três recorrem a alguma forma de auxílio mensal para arcar com as despesas.

Entre esses auxílios, estão os incentivos do governo, os créditos privados e as bolsas de estudos. Conheça cada um deles:

Crédito estudantil privado
Alguns bancos e instituições financeiras privadas também oferecem linhas de crédito especiais para financiar mensalidades universitárias. “O número de faculdades que ofertam essa vantagem aos alunos só tem aumentado. Isso porque os próprios estudantes percebem que, além de financiarem a casa, o carro e a geladeira, é possível fazer o mesmo com a educação. Por que haveria de ser diferente?”, analisa o diretor executivo do crédito universitário PRAVALER, gerido pela Ideal Invest, Carlos Furlan.

As regras neste caso podem variar de um lugar para outro, portanto, o ideal é consultar a instituição e perguntar sobre linhas de crédito estudantil.

FiesPrograma de Financiamento Estudantil
O Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior é um programa do governo destinado a financiar a graduação na educação superior de estudantes matriculados em instituições não gratuitas. Podem recorrer ao financiamento os estudantes matriculados em cursos superiores que tenham avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC (Ministério da Educação).

O programa financia entre 50% e 100% dos encargos educacionais, seguindo algumas regras, e a taxa de juros do financiamento é de 3,4% ao ano para todos os cursos. Outras informações sobre o programa do governo estão no site http://sisfiesportal.mec.gov.br

Bolsas de estudo
As bolsas podem ser integrais ou parciais e são oferecidas tanto para Ensino Fundamental, como para Médio e Superior, além de especialização, mestrado e doutorado.

Após escolher uma instituição de ensino de qualidade para estudar, informe-se sobre as possibilidades que o próprio local oferece. Parentes estudando na mesma instituição, por exemplo, podem obter alguns descontos. Atletas, monitores de turma e até participantes do coral ou do grupo de teatro da faculdade também podem conseguir um abatimento na mensalidade.

Informe-se também sobre programas que fornecem incentivos aos estudantes e inscreva-se. Para uma melhor organização, grande parte das instituições estabelece prazos para inscrição, análise e convocação dos beneficiados. Essas datas podem variar, portanto, informe-se sobre a antecedência que o local exige para a inscrição dos pedidos de bolsa e planeje-se.

Ideal Invest - Educação é Investimento - Todos os direitos reservados
A Ideal Invest é correspondente bancário do Banco Bracce S.A..